assim espero.

E a vida vai compensando os meus pesares.
Vai equilibrando, vai tentando não deixar cair.
E em meio as pedras eu vou caçando as flores, vou catando sorrisos.
Vou me apegando ao pensamento de que no final, 'dá tudo certo'.
 
 
 
  
 
  
  


Um comentário:

  1. O OLHAR DE YOLANDA

    Entre eu e você
    Existe um enorme abismo
    Que precisa ser vencido
    Com diálogos e confissões.

    Quando estou só
    Sinto falta do seu olhar,
    Quando estamos juntos
    Sinto falta de nos comunicarmos.

    Mantenho ardentemente a esperança
    De um dia tê-la em meus braços.
    Conectar-me com seu corpo
    Em tortuosas ondas de rádio.

    A Timidez uniu-se ao Coma
    Gerando tempestades cerebrais,
    Impedindo a nossa aproximação.

    Quero gritar ao mundo que a amo,
    Mas como posso fazê-lo
    Se os seus olhos insistem me negar?
    Terei que fazer meu papel de bobo
    Ou atuar como um desentendido?

    De repente...
    A sirene do intervalo tocou
    Despertando-me de um sonho distante.
    Tão distante, mas próximo do teu olhar
    ...Yolanda.


    *Este poema é parte integrante do livro (O Anjo e a Tempestade) do escritor Agamenon Troyan.

    ResponderExcluir

Materialize- se....